HOME    AGENDA    COLUNAS    GATAS    CONTRATE O SITE   CONTATO
Carregando Carregando Carregando

Colunas

» Leonardo Radin
Leonardo Radin
Desenvolvedor WEB Fanático pela Chapecoense, administrador do Maior Portal Multimídia da Chapecoense: www.chapemultimidia.com.br
+ artigos de Chapecoense
Maycon Tormen
Automotivo
Maycon Tormen
Felipe Vendruscolo e Francini C. Martins
Dra. Grasiela Bonfanti
Estética e Saúde Bucal
Dra. Grasiela Bonfanti
Tatiane Alves
Fatos & Relatos
Tatiane Alves
Felipe S. Machado Junior
Josi Vizzotto
Make Up
Josi Vizzotto
Douglas Foschiera
Música Sertaneja
Douglas Foschiera
Clic Notícias
Notícias
Clic Notícias
Ana Paula Bolis Bassani
Rock 'n' Roll Indie
Ana Paula Bolis Bassani
Pahola B. Cassol
Sustentabilidade no dia-a-dia
Pahola B. Cassol
Arthur Rogoski Gomes
Regiane Dalarosa
Tendências em Acessórios
Regiane Dalarosa

Chapecoense mostra incrível poder de reação! (10/03/2013)

Chapecoense mostra incrível poder de reação!

 

Como era de se esperar, o jogo começou bastante pegado, com muitas reclamações e bastante faltas no meio de campo. Jogando no 3-5-2 (pela primeira vez no ano), e com o meio campo Neném improvisado na lateral esquerda, a Chapecoense não tinha poder de criação no meio de campo. Enquanto Athos estava isolado na criação de jogadas, o Joinville dominava a Chapecoense, e a pressão deu resultado logo aos 13 minutos da etapa inicial, quando Rafael abriu o placar para o tricolor do Norte do estado.

O time da Chapecoense continuava perdido em campo, e o Joinville soube se aproveitar disso, ampliando o marcador aos 35 minutos, com gol de Ronaldo. O segundo gol do JEC, fez com que a Chapecoense acordasse em campo, e começasse a jogar mais, indo com mais força ao ataque. E foi assim que a Chape descontou, aos 45 minutos da etapa inicial, com gol

de Paulinho Dias.

No segundo tempo, a Chape voltou a campo com a mesma formação, mas com outra atitude. Enquanto o Joinville se defendia do jeito que dava, a Chape seguia pressionando, com jogadas trabalhadas em conjunto. Aos 21 minutos, Athos cobrou escanteio, e Rodrigo Gral cabeceo

u com perfeição, sem chances para o goleiro do Joinville. O gol de empate deixou o time do norte assustado, fazendo uma retranca que a muito tempo eu não via no futebol. O coelho deixou claro que estava mais preocupado em não perder, do que se contentar com o empate.

Porem, a retranca não surtiu efeito, e aos 27 minutos, novamente ele, Rodrigo Gral, cobrou pênalti e marcou o terceiro gol da Chapecoense, o 9º dele no estadual. Nos últimos minutos, o JEC pouco assustou, e a Chape esteve mais próxima do 4º gol, do que o adversário do terceiro.

O jogo se estendeu sem mudanças no placar até os 49 minutos, quando o juiz determinou o fim da partida, a última da Chapecoense no estádio Josué Annoni.

A Chapecoense volta a campo no próximo domingo, dia 17/03, diante do Avaí, na capital do estado, enquanto o Joinville joga em casa, na mesma data, contra o Figueirense.

 


Postado em 10/03/2013 por Leonardo Radin
Clic-Chapeco.com.br - Todos os direitos reservados